Central de atendimento 75 3162-5900
 

ACIDO 5-HIDROXI INDOL ACETICO

Material:Urina 24 horas

Instruções:– O paciente deverá permanecer 24 horas antes e durante a coleta da amostra sem ingerir os alimentos abaixo relacionados, pois interferem no resultado: abacate, abacaxi, ameixa, banana, berinjela, pickles, nozes, tomate. 
– Alguns medicamentos podem interferir, e o médico deve estar ciente do uso e somente ele pode suspendê-lo: Acetaminofen, Ácido Acético, ácido Dehidroxifenilacetico, Ácido Gentisico, Ácido Homogentisico, Fenotiazinas, Formaldeído, Imipramina, Isoniazida, Inibidores da Mao, L-Dopa, (Levodopa), Metil Dopa, Morfina, Naproxifeno, Salicilatos, Xaropes para tosse com gliceril guacolato. 

Comentários:O 5-HIAA é um metabólito da serotonina usado como marcador de tumores carcinóides (tumores neuroendócrinos que originam-se principalmente nos tratos respiratórios e gastrointestinais). Alimentos ricos em serotonina devem ser evitados antes e durante a coleta. Medicamentos usados podem interferir no resultado do exame: levodopa, imipramina, ácido dihidrofenilacetico, metildopa, antidepressivo IMAO, morfina, acetominofen, ácido acético, salicilatos, formaldeído, isoniazida, fenotiazinas, xaropes com glicerilguacolato e naproxifeno. As concentrações do 5-HIAA podem estar normais com tumores carcinóides 
não metastáticos e na síndrome carcinoide, particularmente, em pacientes sem diarreia. Alguns pacientes com síndrome carcinoide excretam ácidos indólicos não hidroxilados que não são medidos pelo teste do 5-HIAA. O 5-HIAA encontra-se aumentado nos pacientes com má- 
absorção e níveis aumentados de metabólitos urinários do triptofano (doença celíaca, 
sprue tropical, Doença de Whipple, fibrose cística, etc.), e em pacientes com obstrução crônica do trato intestinal além de alguns pacientes com tumores de ilhota não carcinóides. Seus níveis exibem uma correlação ruim com a gravidade da doença. Níveis aumentados são observados na gravidez, ovulação e estresse.